FRATERNIDADE ORTODOXA  SAGRADA FAMÍLIAFRATERNIDADE ORTODOXA SAGRADA FAMÍLIA

ANTES DE SE CASAR


CASAMENTO FORA DA IGREJA E COM MUITO AMOR

Um casamento é a celebração do amor e é válido independente do tipo de comemoração. No entanto, a celebração religiosa faz parte da tradição e da beleza desse momento, rito de passagem e de união que marcará para sempre a vida do novo casal. Mas saiba que você pode manter a tradição sem precisar, necessariamente, realizar a cerimônia na igreja. Eu Padre Fernando, que há 26 anos celebra casamentos em todo o país e até no exterior, garanto: ?Deus está em todos os lugares, principalmente nos corações daqueles que amam, pois Ele é amor?
Com um estilo alegre e emocionante, celebro cerimônias de bom gosto que são personalizadas de acordo com cada casal. O foco não é a religião, mas o amor, que, em sua opinião, é a verdadeira religião universal. Me baseio em passagens bíblicas para demonstrar que Deus não está confinado a um lugar, ele está presente em todos os cantos e, assim, qualquer lugar é abençoado para a celebração de sua união em matrimônio. Entre em contato comigo Whtsaap 11 9 5836 0471, depois de um tempo no Paraná estou de volta a região de Campinas, Jundiaí e São Paulo, ou visite meu site igrejacarismatica.eev.com.br


Para viver um casamento, é preciso antes viver um amor arrebatador. Desses que você não consegue mais imaginar a vida sem a pessoa, onde todos os planos a incluem. Um amor puro, sincero, banhado de muita parceria e cumplicidade. Se você tem um amor assim com alguém, pode ser que seja essa a pessoa certa para viver um casamento.
O amor é lindo e nada jamais conseguirá se comparar a ele. É através do amor que se torna possível realizar as mais lindas mudanças, sejam elas internas ou externas. Em um casamento, isso é ainda mais intenso, pois a vida a dois é cheia de desafios e provações? Somente o amor verdadeiro permanece firme diante das turbulências.

Somos Padres Carismáticos Católicos e Ortodoxos, e a 25 anos celebramos casamentos envolventes, emocionantes, repletos de amor, alegria e espiritualidade.

Tenha certeza, juntos prepararemos este dia, para que se torne o mais especial de suas vidas



Aos casados há muito tempo, aos que não casaram, aos que vão se casar, aos que acabaram de casar, aos que pensam em se separar, aos que acabaram de se separar, aos que pensam em voltar...

Por mais que o poder e o dinheiro tenham conquistado uma ótima posição no ranking das virtudes, o amor ainda lidera com folga. Tudo o que todos querem é amar. Encontrar alguém que faça bater forte o coração e justifique loucuras.
Que nos faça entrar em transe, cair de quatro, babar na gravata. Que nos revirar os olhos, rir à toa, cantarolar dentro de um ônibus lotado. Tem algum médico ai??? Depois que acaba esta paixão retumbante, sobra o que?
O amor. Mas não o amor mistificado, que muitos julgam ter o poder de levitar.

O que sobra é o amor que todos conhecemos o sentimento que temos por mãe, pai, irmão, filho.
É tudo o mesmo amor, só que entre amantes existe sexo.
Não existem vários tipos de amor, assim como não existem três tipos de saudades, quatro de ódio, seis espécies de inveja. O amor é único, como qualquer sentimento, seja ele destinado a familiares, ao cônjuge ou a Deus.
A diferença é que, como entre marido e mulher não há laços de sangue, a sedução ter que ser ininterrupta. Por não haver nenhuma garantia de durabilidade, qualquer alteração no tom d voz nos fragiliza, e de cobrança em cobrança acabamos por sepultar uma relação que poderia ser eterna.
Cassaram. Te amo prá lá, te amo prá cá. Lindo, mas insustentável. O sucesso de um casamento exige mais do que declarações românticas.
Entre duas pessoas que resolvem dividir o mesmo teto, tem que haver muito mais do que amor, e às vezes nem necessita de um amor tão intenso.
É preciso que haja, antes de qualquer coisa, respeito.
Agressões zero.
Disposição para ouvir argumentos alheios. Alguma paciência...
Amor, só, não basta.
Não pode haver competição. Nem comparações. Tem que ter jogo de cintura para acatar regras que não foram previamente combinadas. Tem que haver bom humor para enfrentar imprevistos, acessos de carência, infantilidades.
Tem que saber levar. Amar, só, é pouco.
Tem que haver inteligência. Um cérebro programado para enfrentar tensões pré-menstruais, rejeições, demissões inesperadas, contas para pagar. Tem que ter disciplina para educar filhos dar exemplo, não gritar. Tem que ter um bom relacionamento com Deus.
Não adianta apenas, amar.
Entre casais que se unem visando à longevidade do matrimônio tem que haver um pouco de silêncio, amigos de infância, vida própria, um tempo para cada um.
Tem que haver confiança.
Certa camaradagem, às vezes fingir que não viu fazer de conta que não escutou. É preciso entender que união não significa, necessariamente, fusão. É que amar ?solamente?, não basta.
Entre homens e mulheres que acham que o amor é só poesia, falta discernimento, pé no chão, racionalidade. Tem que saber que o amor pode ser bom pode durar para sempre, mas que sozinho não dá conta do recado.
O amor é grande, mas não é dois.
É preciso convocar uma turma de sentimentos para amparar esse amor que carrega o ônus da onipotência.
O amor até pode nos bastar, mas ele próprio não se basta.
Um bom amor aos que já têm!
Um bom encontro aos que procuram!
E felicidade a todos nós!


PORQUE USAMOS VÉU DE NOIVA, ANEL ETC



Casamento, hoje em dia, é sinônimo de glamour, festa, mas também de união, amor e simbolismo. Uma cerimônia cheia de tradição, com os mesmos elementos sendo usados anos após anos, séculos e séculos, mesmo por quem não sabe muito bem o que eles significam!

Grande parte da tradição e do ritual celebrado em um casamento, tem um passado histórico. Veja de onde vêm elementos como o véu da noiva, a aliança e a chuva de arroz?

Casamento - A cerimônia religiosa nasceu na Roma Antiga, onde também surgiu o ritual de se vestir de noiva. Já a palavra vem do latim ?casamentum?, que significa ?terreno com uma casa?, na Idade Média, considerado o primeiro passo para uma união feliz.

O véu - Na Grécia Antiga, as noivas usavam o famoso véu da noiva, porque acreditavam que assim estavam protegidas de maus espíritos. Significava também a separação da vida de solteira da vida de casada. Há ainda uma relação com Ishtar, a antiga deusa do amor babilônica, que, segundo a lenda, surgiu das profundezas, coberta com um véu. Já para os católicos, o véu sempre significou a honra e a dignidade da mulher.


O buquê - A palavra buquê vem do francês ?bouquet?. Na Grécia Antiga, assim como o véu, era usado para espantar o ?olho gordo?. No período medieval, a noiva ganhava flores no caminho de casa à igreja. E há quem diga que, no Palácio de Versalhes, no século XVII, o buquê ajudava a disfarçar o mau cheiro dos convidados que não eram adeptos ao banho.
Tudo São Flores

Maio ? É conhecido como o mês das noivas. Acredita-se que ganhou fama por ser o mês da consagração de Maria, de acordo com a Igreja Católica. É também o mês da estação das flores e do clima ameno, no Hemisfério Norte. Acredita-se que a tradição estava presente também na Idade Moderna, na Europa, quando o normal era tomar o primeiro banho do ano em maio, quando então, os pombinhos aproveitavam para se casar!

A aliança ? A aliança de casamento se tornou popular na Idade Média, simbolizando a união por meio de um círculo sem começo e sem fim. Mas, desde a Grécia Antiga, os gregos escolhiam o dedo anelar esquerdo para receber a aliança, acreditando que ali estava uma veia que chegava diretamente ao coração.


Chuva de arroz - A tradição do arroz surgiu no Oriente. Como por muito tempo o casamento tinha função única de gerar herdeiros, o arroz jogado no casal simbolizava prosperidade e fertilidade. Hoje os noivos fogem da tradicional chuva de arroz, com outras ideias para dar sorte aos noivos!





Casais Acomodados

Disposição, tempo e vontade...ingredientes básicos e necessários para superar os desgastes dos relacionamentos e para preservar uma saudável vida em comum.

Quando a vida afetiva esvazia-se os parceiros encontram-se isolados e acreditam que não foram amados e muito menos compreendidos. Fogem dos conflitos e refugiam-se num mundo próprio onde impera a vitimosidade e a desqualificação do parceiro.

Os "raros" contatos afetivos e sexuais denunciam o desencontro e a deteriorização da relação e o casal passa a comunicar-se apenas para superar os desafios do cotidiano: contas a pagar, educação de filhos, dificuldades domésticas, enfim, cumprem as exigências necessárias para a sobrevida da família.

Esconder-se através de mágoas e ressentimentos apenas traduz uma acomodação insana, inadequada e inconveniente.

Talvez o mais importante seja enfrentar o desafio e principalmente manifestar ao parceiro suas necessidades e desejos, juntamente com claras evidências de que espera ser atendido na medida do possível, afinal, um precisa do outro, sim. Se estão unidos por vontade própria e uma vez conscientes da valiosa amorosidade existente no passado, nada melhor que a humildade de reconhecer a importância do outro.

As constantes lamúrias e queixas de um ou de ambos traduzem a necessidade de uma análise justa e comprometida com a verdade, procurando perceber as qualidades e mudanças positivas do parceiro, afinal, é possível fazer uso dos desentendimentos e desencontros para exercitar o diálogo e viabilizar negociações, revendo certas atitudes, assumindo as próprias falhas e principalmente visando um crescimento maduro do casal.

Focalizar a atenção apenas nos defeitos, apontar o dedo para recriminar, julgar-se o(a) coitadinho(a) da relação apenas demonstra a imensa dificuldade de assumir e aceitar quem realmente somos. Por vezes fica difícil enxergar que quase tudo o que recriminamos e desprezamos no parceiro está muito mais presente em nosso próprio comportamento, pensamentos e valores do que no outro.

Assim, é evidente a importância de mudar o foco, redirecionar o olhar e afastar atitudes agressivas de menosprezo que desgastam e rompem elos valiosos e, que além de inviabilizar a solução dos conflitos, deixam marcas definitivamente negativas para o casal.

Sabemos que todos nós queremos acertar sempre e que erramos porque somos "desajeitados", muitas vezes não sabemos como agradar e acabamos sendo mal compreendidos ou até mesmo ferimos quem amamos por não saber expressar nossa real intenção.

Retomar um passado onde os sonhos e valores caminhavam em uma única direção e quando a vontade de ficar juntos era despertada a cada instante pode trazer algumas saídas para descobrir como e porquê ocorrem o desvirtuamento e abandono das metas e, por que não dizer, saídas para reinventar o amor?




SERÁ QUE VALE A PENA SE CASAR?



Muitas mulheres e homens tem um sonho de casar.

Alimentam esta idéia por vezes de forma obsessiva, e quando os relacionamentos não tomam a direção que eles esperam que é o do casamento, eles ficam extremamente decepcionados.

Falo aqui do casamento legalizado, e não somente da união de corpos. Casamento como dizem de papel passado, com direto a padre, igreja, pastor, daminhas, pajens e uma grande festa para completar.

Mas para aqueles que anseiam por isso será que vale a pena? Será que você realmente quer isso?

Será que casar vai resolver todas as suas carências afetivas e outras coisa mais?

Casar não resolve problema de carência afetiva!

Tem gente que pensa que somente será feliz e realizado casando.

Mas, onde está escrito isso? Quem disse que somente os casados são pessoas felizes? Quem decretou isso?!

Abra os olhos e a mente!

Não case pensando que o outro tem a missão de fazer você feliz delegando a outra pessoa a responsabilidade que é inteiramente sua! É você quem tem o dever de se fazer feliz!

Não caiam na ilusão que casamento é somente flores, aliás , vida nenhuma é somente flores!

Como o sacerdote mesmo diz e os noivos respondem com um sim: ?Prometem estarem sempre juntos na alegria, na tristeza, na saúde ou doença amando um ao outro todos dos dias de suas vidas?? Bem, é muito séria esta promessa! Aliás casar não é brincadeira!

Você leva o outro ou outra e tem de compartilhar o mesmo teto, as qualidades e defeitos.

Nunca case para mostrar aos outros que não ficou solteira, ou melhor nunca casem para mostrar nada a ninguém!Somente troquem juras diante de um altar se realmente tiverem certeza de seu amor .

Repito nunca faça isso para mostrar aos outros, ou para agradar a família, ou para ter um marido rico, ou seja por qual motivo fútil for!

O caminho da felicidade na vida conjugal, é o de ter a certeza que existe realmente amor entre o casal. Porque só com este nobre e grandioso sentimento que torna possível superar as adversidades encontradas pelos casais no dia a dia.

Prestem bem atenção quando desejarem casar! Tenham realmente certeza do amor, da cumplicidade e capacidade de diálogo entre ambas as partes.

Faça boa, consciente e amorosa escolha!

DEZ PRINCIPAIS TRADIÇÕES DO CASAMENTO

As tradições têm, em geral, foco na boa energia!

Alguns rituais acontecem em quase todos os casamentos que somos convidados e muitas vezes não temos a menor ideia do que significam.

Sabemos que ao sair da igreja costuma-se jogar arroz ou jogar algo nos noivos para dar sorte. Sabemos que em um dado momento da festa, a noiva vai jogar o buquê e que temos que tentar pegá-lo. E que no final da festa nos deliciaremos com bem casados.

Mesmo que algumas dessas tradições tenham sido atualizadas, os significados continuam sendo os mesmos.

1. Por que o noivo carrega a noiva na entrada para a noite de núpcias?
Esse é um costume oriental que acredita que os gênios ruins, que atacam só as mulheres e ficam esperando a noite de núpcias, não estragem o começo da relação com suas energias negativas.
Uma grinalda para uma rainha.

2. Por que é tradição a noiva usar Grinalda?
A grinalda tem forma de coroa para distinguir a noiva dos outros convidados e seu formato também simboliza uma rainha e seu status de poder e riqueza.

3. Qual o significado do véu?
Na Bíblia, em Gênesis, Rebeca se cobriu com um véu quando se aproximou do futuro marido, Isaac. O hábito foi popularizado pela rainha inglesa Vitória.

4. Por que o nome das amigas solteiras deve estar na barra do vestido da noiva?
A tradicão busca ajudar as amigas solteiras a subirem ao altar. O nome das colegas ainda transmite boas energias às noivas.
Troca de carinho e energia entre amigas e noiva.

5. Por que a noiva joga o buquê apenas para as mulheres solteiras?
A tradição serve para dar sorte para a solteira que também quer se casar. Essa era fácil, vai?

6. Qual o significado do delicioso bem casado?
Além de agradecer aos convidados, significa a união eterna dos noivos.

7. Ao jogar arroz nos noivos, o que estão desejando os convidados aos noivos?
Segundo a tradição chinesa, usada há mais de dois mil anos antes de Cristo, os grãos trazem fartura e fertilidade para a nova família. Quer conhecer 5 alternativas para fugir da chuva de arroz?

8. Qual o significado do anel de noivado de diamante?
O costume de o noivo presentear a noiva com um anel de diamante teve início no século XV. Na época, os diamantes também eram chamados de pedras de Vênus.
Naturais, secas ou de pano: flores contra olho gordo.

9. Qual a finalidade do dinheiro arrecadado com os pedaços da gravata do noivo?
A tradição ajuda a arrecadar dinheiro para ajudar os noivos nos gastos da lua de mel.

10. Qual é a razão da noiva usar um buquê?
Na Grécia antiga, as noivas carregavam maços de ervas para protegê-las de mau olhado e até da inveja de possíveis convidadas ainda solteiras.

Você é daquelas que acredita em todas, ou não liga nem um pouco para supertições e prefere deixar as tradições de casamento de lado?

28 CURIOSIDADES SOBRE CASAMENTO EM DIFERENTES CULTURAS

Cada cultura tem suas peculiaridades em relação a casamento. Algumas, inclusive seguem a risca algumas tradições, pois há uma forte crença de que se houver algo novo, certamente o casal não terá um casamento bem sucedido. E para você conhecer um pouco de como é o olhar do casamento nas diferentes culturas trazemos aqui algumas curiosidades que podem te inspirar na organização do casamento.

1 ? De acordo com a tradição hindu, a chuva no dia do casamento é considerado um sinal de sorte.

2- Na Índia, o irmão do noivo atira flores sobre o casal no fim da cerimônia para protegê-los do mal.
As taças e as alianças que simbolizam a união.

3- Os Franceses, muitas vezes, fazem brindes aos noivos num copo especial com duas alças.

4 ? Na Alemanha, a noiva transporta sal e pão no seu bolso para assegurar recompensa, o noivo transporta grãos de cereais, para dar saúde e sorte.

5 ? As ferraduras são consideradas objetos de boa sorte em um casamento devido à sua forma em lua, que se diz símbolo da fertilidade.

6 - No Japão, o branco foi utilizado para as noivas, muito antes da Rainha Vitória o ter popularizado no mundo ocidental.
Cada cultura tem uma vestimenta diferente para o casamento.

7 ? Para as noivas, coloquem um pouco de açúcar dentro das luvas, ele adoçará a vossa união.

8 ? Os ingleses acreditam que se a noiva encontrar uma aranha no vestido de noiva, esta trará sorte à união.

9 ? Há uma crença que diz que o noivo deve levar a noiva no colo até a nova casa para protegê-la dos espíritos maus que estão à espreita no chão da porta.
O olhar do casamento em diferentes culturas.

10 ? Os ingleses evitam casar-se no sábado. De acordo com o folclore inglês esse é o dia de mais azar para um casamento, o que acaba por ter uma certa graça, pois, normalmente, é o dia preferido dos noivos para realizar um casamento. Para eles, o melhor dia é a quarta-feira.

11 ? No Egito, as mulheres beliscam a noiva no dia do casamento. Isso é um sinal de sorte.

12. As alianças são usadas no quarto dedo, porque no Egito acreditava-se que nesse dedo passa a veia que está ligada diretamente ao coração.

13 ? No Egito, a família da noiva cozinha para os noivos na primeira semana de casados. O objetivo é deixar que eles possam aproveitar ao máximo o começo da vida a dois.

14 ? A tradição das damas de honra vem do tempo dos romanos. A damas de honra são consideradas pelos romanos uma proteção a noiva por se vestirem de forma semelhante. Essa é uma forma de enganar os maus espíritos, para que não a reconheçam.]

O BOLO: A ALMA DO CASAMENTO

15 ? A tradição do bolo de casamento remonta à antiga Roma, onde na cerimônia de casamento se partia um pedaço de pão sobre a cabeça da noiva para o bem da fertilidade.

16 ? O mês de junho é popular para casamentos, pois havia um Deus Romano que se chamava junho e era o Deus do casamento, nascimento e do coração.

17 ? Uma noiva sueca costuma colocar uma moeda de prata, oferecida pelo seu pai, e uma moeda de ouro, oferecida pela sua mãe, em cada sapato, assegurando que ela nunca passará sem eles.


18 ? Na linguagem das joias uma safira num anel de noivado significa felicidade conjugal.

19- Se você está pensando em pedir um anel com pérolas, esqueça. Ainda na linguagem das joias, a pérola é sinônimo de má sorte, porque a sua forma lembra uma lágrima.


20 ? Um anel com uma pedra aquamarine é sinônimo de honestidade e lealdade, ou seja um casamento longo e feliz.

21 ? Na Dinamarca, as noivas e os noivos tradicionalmente trocam as roupas um com o outro, para confundir os maus espíritos.

22 ? A despedida de solteiro vem dos soldados Espartanos. Eles se despediam dos seus dias de solteiros com uma grande festa.

23 ? Em Portugal, o vestido de noiva antes do século vinte era preto.

24 ? O véu da noiva é uma tradição de gregos e romanos. Eles acreditavam que o véu protegia as mulheres dos maus espíritos.

25 ? O bolo de casamento empilhado, partiu de um jogo onde a noiva e o noivo tentaram beijar-se por cima de um bolo que se tornava cada vez maior.

26 ? A expressão dar um nó em casamentos, vem dos egípcios e dos hindus, quando a mão dos noivos eram atadas como sinal da união.


27 ? A noiva ficar do lado esquerdo do homem no altar é uma tradição anglo-saxônica. Acreditava-se que ele precisava da mão direita para lutar contra os seus concorrentes.

28 ? Os primeiros padrinhos eram guerreiros, normalmente amigos do noivo e tinham o dever de defender a noiva de possíveis raptores.

Se você conhece alguma que não citamos aqui, deixe um comentário!

FELIZ DIA DO AMIGO: DICAS PARA CONVIDAR UM AMIGO PARA SEU CASAMENTO


No seu casamento escolha seus amigos mais presentes.

Amigo de verdade a gente não escolhe! Eles simplesmente são e ponto final. Há amigos que passam anos e anos sem se ver, mas quando se encontram parece que foi ontem.

Nenhum caminho é longo se se tem amigos por perto. Ter amigos é a melhor coisa do mundo. E sorte de quem tem um monte!

Dia 20 de Julho comemora-se o dia do amigo. Mas, quem tem um montão de amigos e vai se casar? O que fazer? Se o seu orçamento não permite convidar todos, mais difícil ainda!

Infelizmente nem sempre podemos convidar todo mundo. Então, quem priorizar? Será que é obrigatório convidar a nova namorada daquele amigo de anos?


Existem muitos fatores a serem considerados no momento de elaborar a lista de convidados, como o orçamento disponível, o tamanho do local, se a festa será somente para familiares entre tantos outros motivos! O importante é ter calma e lembrar-se que o importante é ter pessoas queridas e especiais por perto!
Muitos fatores devem ser pensados para a lista de convidados. O tamanho do local é um deles.

Você não é obrigado a convidar um amigo que não vê há anos, por exemplo, só porque há tanto tempo foi ao casamento dele! Se não se veem há muito tempo e é uma pessoa que deixou de fazer parte do seu dia a dia, vale reconsiderar!

Não existe nenhuma regra social que te obrigue a convidar namorados de amigos, mas lembre-se que é algo a ser gerenciado caso a decisão seja não convidar! Avalie. Muitas vezes, não convidar a namorada implica em não ter seu amigo especial presente. Explique seus motivos, seja eles quais forem, para deixar o acompanhante de fora. Isto amenizará possíveis constrangimentos.

E se sua amiga for casada e você quiser que ela seja sua madrinha? Se você não é tão próxima do seu marido, não é obrigada a convidá-lo, mas novamente conversar é a melhor opção. Caso vocês sejam próximos, é prudente convidar os dois para estar no altar! É preciso muito tato para qualquer escolha para não gerar nenhuma situação desagradável.
Entre tantos pessoais especiais, os padrinhos são aqueles que queremos ainda mais perto. A escolha deve ser cautelosa!

Independente de qualquer regra, sempre use o bom senso! Se aquela amiga é tão especial e importante para você, não sendo uma opção ela não ir, talvez vale a pena convidar seu novo namorado! O importante é estar com quem se gosta, já que é um dia tão especial!

Você já passou por uma situação parecida? Divida com outras noivas!

DECORE O SEU CASAMENTO COM MENSAGENS PARA OS CONVIDADOS

Além de emocionante, as mensagens aos convidados no dia do nosso casamento, podem ser usadas como parte da decoração. Nas tendências de decoração de casamento para 2013, vimos que decorações personalizadas estão super em alta e realmente além de dar um toque mais pessoal e intimista ao casamento, emocionará os convidados.

Cordas: Dão um toque rústico a cerimônia e são simples de se produzir. Pode servir para marcar os bancos no casamento ou para expressar simplesmente o amor. Para moldar a corda apenas é necessário cola branca misturada com um pouco de amido de milho e água morna.

Quadros com giz: Cada vez mais populares, são uma forma simples e espontânea de escrever mensagens e pensamentos. Dão um toque espontâneo e divertido às fotos. Recomendamos que utilize quadros pequenos e que tenha uma boa caligrafia nas palavras escritas para embelezar mais ainda a decoração.

Utilize letras maiúsculas sem medo. Ficarão perfeitas formando mensagens nos para choques traseiro do carro dos noivos. A ideia é misturar estilos. Se o carro for antigo inclua uma mensagens com letras com purpurina e outros elementos de papel.

Plaquinhas: Funciona muito bem com os convidados. Podem levantar as plaquinhas com dizeres românticos e fazer fotos como lembrancinha e agradecimento.

Placas guias: Construídas em madeira, servem para indicar o caminho de forma útil ou podem incluir mensagens carinhosas. Fáceis de produzir e econômicas.

Fios de lã ou barbante: Esta técnica, também chamada String Art, foi muito popular nos anos 60. Um pouco mais rebuscada, dá um efeito romântico que pode combinar com uma decoração de casamento no campo, por exemplo.

AS NOVAS TENDÊNCIAS PARA O CASAMENTO


1. Buffet Finger Food

Diretamente relacionado a um ambiente mais relaxado, onde as pessoas podem interagir mais e deixar de lado a formalidade de um almoço ou jantar, esse tipo de recepção está com tudo! Não necessariamente ele é menos elegante, basta apostar em servir comidinhas bem elaboradas e com matérias primas sofisticadas. Pense bem ao escolher o tipo de Buffet para seu casamento.

2. Chuva de Arroz diferentes
O que jogar nos noivos para dar sorte após o casamento? A tradicionalíssima chuva de arroz na saída dos noivos da cerimônia, ficou no passado. São muitas as opções para que esse momento seja original e igualmente divertido. Bolinhas de sabão, pétalas de rosas, serpentina e confetes, coraçõezinhos de papel, balões de gás, borboletas e até pombas brancas. O mais importante nesse momento são os pensamentos positivos dos convidados!
Qual vai ser o convidado especial: o sol ou a lua?

3. Fazer um casamento com a cara dos noivos. Literalmente.
Aproveitando essa onda de casamento verde, a tendência é aproveitar móveis e objetos de decoração que os noivos tenham em casa para decorar o casamento. Além de economizar e evitar mais resíduos, esses objetos dão um clima pessoal ao ambiente, cheio de recordações e energia, e seus convidados se sentirão em casa!

4. Muitos ensaios e fotos, muitas recordações e mais diversão
Ensaios pré e pós casamento estão cada vez mais em alta. A vantagem do ensaio antes do casamento é que as fotos podem fazer parte da decoração. O pós casamento, além de poder ser bem ousado, como um trash the dress debaixo d´água, ajuda com o gostinho de quero mais que fica depois que termina a festa e seus convidados vão embora.
Queremos um noivo participativo e muita diversão!

6. Um casal de padrinhos para cada um
Pode parecer loucura, pode parecer impossível, Mas os noivos devem apostar por escolher apenas 2 casais de padrinhos, um para a noiva e um para o noivo. Aquela fila imensa de padrinhos desvia muito atenção dos noivos e o exercício de escolher apenas quatro pessoas será importante e desafiador.

7. Com a bênção da Lua.
As cerimônias de casamentos de dia são as favoritas dos fotógrafos e de muitos casais também. Mas a lua traz uma magia única e deve-se pensar com muito carinho ao escolher o horário da cerimônia. Você prefere a energia do sol ou a magia da lua para abençoar seu casamento

8. Lista de casamento flexível
Muitos casais já moram juntos, ou então já tem uma casa montada. Porque não então fazer uma lista onde seus convidados colaborem na realização de algum sonho do casal? Pois os noivos usam o dinheiro recebido como quiser, numa viagem para a Europa, ajudando a pagar uma parte da futura casa ou até mesmo cobrindo os gastos iniciais com o primeiro herdeiro.

Qual dessas tendências você vai seguir com certeza no seu casamento?

12 COISAS QUE A NOIVA NÃO PODE ESQUECER PARA O CASAMENTO

Seu casamento tá chegando e você pensa que está tudo organizado e não está faltando nada? Se está a ponto de subir ao altar, dê uma olhada nas 12 coisas que uma noiva não pode esquecer para o casamento e veja se esqueceu de algo!

1. Cabides personalizados para seu vestido de noiva

Pode ser um pequeno detalhe, mas sem dúvida fará toda a diferenças nas fotos do seu álbum de casamento. Existem diferentes estilos e modelos!

2. Sempre sorrir nas fotos

Mesmo que esteja nervosa, tente estar sempre sorridente. Algumas noivas saem muito sérias, principalmente na preparação, no momento da make e penteado, relaxe, vai dar tudo certo! Pois estas fotos também são uma linda recordação.

3. Carregue a bateria do seu celular

Provavelmente receberá muitas mensagens no facebook, emails, tweets, e você pode fazer um suspense no instagram, postando alguma foto da festa ou da preparação. Durante a festa deixe o celular guardado, mas antes aproveite para se emocionar com as mensagens e chamadas que receberá!

4. Leve roupas para o dia seguinte

Leve uma necessair com tudo que necessitará, além da lingerie para a noite de núpcias, claro! Se você vai viajar logo em seguida, lembre-se de fazer a sua mala de lua de mel com antecedência.

5. Reserve lugares para idosos mais à frente

Mesmo que sua wedding planner se encarrega de todos os detalhes, lembre-se de pedir a ela para reservar lugares para os idosos mais à frente da cerimônia, ou nas primeiras filas, para que eles não tenham dificuldade de sentar logo que chegarem.

6. Delegue a função à sua cerimonial de guardar algo que tenha sobrado

Muitas vezes sobram bebidas, ou alguém deixa algum presente na festa, ou até mesmo algum centro de mesa ou algum detalhe da decoração que queira guardar de recordação da festa estejam por ali. Peça para sua cerimonial guardar ou separar tudo que tenha sobrado.

7. Leve um pouco de dinheiro para alguma emergência

Mesmo que esteja tudo perfeito, pago e organizado, um imprevisto pode acontecer e alguém ter que comprar algum detalhe que tenha faltado para a festa.


8. Escreva um discurso para falar em algum momento da festa

Mesmo que sejam frases ou poucas palavras, escreva ou memorize palavras de agradecimentos e emocione seus convidados!

9. Leve um kit de primeiros socorros ou emergência da noiva

Lembre-se de preparar uma caixa com tudo que possa ser necessário para uma eventual emergência. Kit costura, remédio para dor de cabeça, lixa de unha, etc. Deixe em um local de fácil acesso.

10. Coma durante a festa, inclusive os doces!

Muitas noivas estão tão extasiadas ou estressadas que não conseguem nem pensar em comer. Antes da festa é muito importante que tenha uma alimentação leve, e durante a festa tente provar ao menos um pouco de cada prato. E claro, um docinho sempre cai bem!


11. Lembre de combinar com sua cerimonial um momento para ela, para os fotógrafos e músicos comerem algo

Sua wedding planner com certeza estará muito ocupada como para comer algo, mas combine com ela, para que em algum momento ela, os fotógrafos, músicos, DJ, parem por alguns minutos para comer e beber algo.

12. Desfruta muito do seu grande dia ao lado do seu noivo e familiares

Depois de meses de mil preparativos, muitas noivas reconhecem que no dia de seu casamento não aproveitam o suficiente e quando percebem já acabou. Portanto, aproveite cada segundo! Você só tem que se preocupar em aproveitar e nada mais. Respire fundo, entregue seu casamento nas mãos da sua cerimonial, relaxe e seja feliz!

Visitante N°: